Archive for the ‘Livro’ Category

Atores em rede

terça-feira, março 22nd, 2011

livro

A Editora Senac São Paulo, a Escola do Futuro da USP e a Livraria Cultura convidam para o lançamento do livro “Atores em rede – olhares luso-brasileiros“, organizado por Brasilina Passarelli e José Azevedo.

Dia 14 de abril de 2011
quinta-feira, das 19h às 21h30
Livraria Cultura – Conjunto Nacional
(Av. Paulista, 2.073 – São Paulo / SP)

E-book do I Pro-Pesq PP

terça-feira, março 1st, 2011

Está disponível para livre acesso o e-book, realizado com financiamento FAPESP, referente ao I Pro-Pesq PP – Encontro Nacional de Pesquisadores em Publicidade Propaganda, realizado na ECA/USP em 2010.

A obra é o primeiro resultado do trabalho da Associação Brasileira de Pesquisadores em Publicidade – ABP2 com apoio institucional do Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo da ECA, do PPGCOM/USP e do Grupo de Estudos Semióticos em Comunicação, Cultura e Consumo (GESC3,ECA/USP/CNPq).

Jornalismo e acontecimento

quinta-feira, fevereiro 17th, 2011

Acaba de ser publicado o livro “Jornalismo e acontecimento: mapeamentos críticos” (Editora Insular, 2010), organizado por Marcia Benetti e Virginia Pradelina da Silveira Fonseca, que traz 10 textos que problematizam o acontecimento jornalístico.

É o primeiro livro do convênio de cooperação Procad/CAPES que reúne os programas de pós-graduação em Comunicação da UNISINOS, UFMG, UFRGS e UFSC.

A obra está na loja virtual da editora.

O link específico para o livro.

Mediosfera

segunda-feira, fevereiro 7th, 2011

mediosfera

Acaba de ser lançado o e-book Mediosfera – meios, imaginário e desencantamento do mundo (ISBN 978-85-391-0191-7), de Malena Segura Contrera.

A proposta da existência de uma esfera imaginária própria dos meios de Comunicação, a Mediosfera, surgiu da reflexão sobre os desdobramentos da Noosfera na sociedade mediática, sociedade esta gerada por mais de um século de eletrificação do mundo, de industrialização e de capitalismo, bem como pela centralidade que esse contexto atribuiu às tecnologias eletrônicas. A visibilidade e a questão da imagem (como forma contemporânea residual da aparição hierofânica), a eletricidade, o culto à tecnologia e a hipertrofia do valor monetário são, no sentido que Edgar Morin conferiu à palavra, “demônios” que habitam a Mediosfera, nossa única comum e inequívoca forma de religiosidade contemporânea. A Mediosfera é o ambiente imaginário de um mundo desencantado que, no jorro ininterrupto das emissões e no fascínio das visibilidades mediáticas, tenta compensar o vazio do sentido resultante da erosão das relações interpessoais e das vivências corporais concretas. Esta reflexão aponta para o auto-engano de se ver no presente momento um reencantamento do mundo. Somos levados a pensar que, talvez, o presente momento esteja sinalizando para uma desconcertante tentativa de “encantamento sem mundo”.

Disponível para compra no site da editora.